Ateliê Criativo S02E20 | Como escolher um bom Sofá

Olá Estranhos! Dia de Ateliê Criativo e vim dar dicas de como escolher um bom sofá. 

Você ta pensando em reforma a sua casa, trocar aquele sofá ou então reformar. Você tem que levar em consideração alguns pontos importantes.

No vídeo listei, uma série de dicas para lhe ajudar a comprar este item que é indispensável para sua casa. 

Esse vídeo eu gravei na Casa e Cia em Belém, que tem uma variedade muito grande de sofá, e ótimas fabricas. Vou deixar aqui o Instagram deles para você seguir. E estou preparando uns vídeos bem legais, para algumas escolhas nossa na loja. Aguardem.


Casa e cia Belém

@casaeciabelem

Ateliê Gourmet S02E10 | Dicas de Facas

Olá Estranhos, seguindo nossa série de vídeo para falar sobre acessórios importantes para todo mundo que quer começar suas primeira aventuras na cozinha, ou que já quer dar aquela incrementada nesse ambiente maravilhoso de criação que é a cozinha. Hoje ou vamos falar sobre Facas ou Cutelaria, então anote a nossas dicas.

Cutelaria é a arte de produzir instrumentos de corte. O Cutelo – instrumento cortante semicircular de ferro – vem do latim cultellu (faquinha), de onde provém também a palavra cutela, faca larga para cortar carne. A faca, com certeza  é o o item mais utilizado dentro de uma cozinha, cada cozinheiro tem a sua, e o com o passar do tempo, você vai criando sua faca de estimação, afinal de contas as facas são objetos de uso pessoal, nunca se empresta.  Tenha sempre uma faca para emprestar, assim não leva fama de chato. Desde as mais pesadas a mais leve,  vai depender do gosto de cada um. Existem facas de vários tamanhos, modelos e pesos e cada uma tem uma função específica. As principais facas são:

  • Cutelo: Faca de lâmina retangular com afiação de um só lado ,utilizado, sobretudo, para cortar ossos.
  • Faca de ofício: (ou de legumes): Lâmina de 5 a 10 cm de comprimento. Usada para pequenos cortes e para frutos e vegetais.
  • Faca para desossar: Usamos para separar a carne do osso.
  • Faca do Chef: Para uso geral. Com certeza a mais usada. O tamanho varia, 6’’, 8’’, 10’’

Mais para que sua faca dure bastante, você tem que ter alguns cuidados importantes.

  • Nunca usa-lá sobre superfícies mais duras que o aço como pratos de porcelana e vidros, porque estragam o fio da faca.
  • Use a faca apropriada para cada tipo de tarefa.• Sempre mantenha suas facas afiadas, uma faca cega é um perigo.  Você correrá menos riscos com uma faca bem amolada.
  • Após o uso, lave-as imediatamente com cuidado, nunca usar palha de aço ou líquidos corrosivos.  Sempre seque bem suas facas.
  • Não exponha a lâmina ao calor ou à chama.
  • Proteja o fio da lâmina de choques e batidas.
  • Guarde-as separadas de outros utensílios.

Então é isso minha gente, espero que tenham gostado do nosso Post, como você sabe esse vídeo é uma parceria do Arquiteto Gourmet, com a Camicado Belém, lá você pode encontrar um série de facas maravilhosa, e é o sonho de todo cozinheiro. Vou deixar todos os contatos da Camicado. Sigam nossas redes sociais, que tem muita novidade o tempo todo. Um grande abraço e VAMOS CRIAR.

 

CAMICADO BELÉM
Av. Visc. de Souza Franco, 776 – 4º Piso, Belém – PA
Contato: 3004-5080
http://www.camicado.com.br

Uso de Fruteira na Decoração

Deixar sua cozinha sempre bonita é uma boa pedida, e alguns dicas simples podem dar aquele toque todo especial a esse cômodo. Que tal organizar suas frutas com muito estilo em uma linda fruteira rústica? Trazer elementos em estilos rustico é uma opções mais agradáveis para quem deseja trazer um pouco da beleza inconfundível e marcante dos elementos naturais para dentro de casa. Madeira, pedra, ferro fundido, argila… há um universo em materiais a explorar!

Além de auxiliarem na organização das cozinhas, as fruteiras incrementam sua estética trazendo um toque de charme, leveza e descontração a esses interiores.

A fruteira pode ser um acessório da decoração capaz de dar um toque de charme e elegância a um determinado espaço da casa. Você pode usar não somente em um cantinho da cozinha, pode se tornar um elemento decorativo de um móvel, como é o caso da mesa de jantar.

Existem vários modelos, que você encontra com facilidade em lojas de decoração, mas você precisa ter alguns cuidados na hora de escolher e usar as fruteiras.

Hoje o uso das fruteiras na decoração é mais funcional do que decorativo e requer o consumo das frutas, nada de deixar aquela maçã duas semanas na mesa não é mesmo? Pois as frutas acumulam muito inseto, quando não estão frescas!

Usar fruteira como um centro de mesa podem ser recheados com frutas da época (menos uma melância ou uma jaca né? Rssrs), assim como fica interessante ter uma fruteira na estante ou no bufê do jantar. Elas ficam tão belas quanto flores em arranjo, mas se deterioram muito mais rápido e precisam ser propocional ao ao consumo.

Para que as frutas tenham maior vida ultil, mantenha armazenada em locais frescos, com ventilação permanente. Guardar em gaveta ou lofais fechado está fora de cogitação. Mesmo se sua despensa tiver um espaço próprio para as frutas, é necessário que este espaço seja arejado e, de preferência, com alguma iluminação natural para evitar que embolorem.

Use sempre as fruteiras em lugares como copa e cozinha, e leve a sala jantar somente quando for servido, pois frutas atraem moscas e possuem odores nem sempre agradáveis para a área social da casa.

Fruteiras Rústicas na Decoração das Cozinhas

O artigos como fruteiras rusticas podem ser um ponto de destaque para incrementar a decoração sem precisar investir muito em mudanças radicais no ambiente.

Matetiais como a madeira, o sisal, as pedras naturais e o ferro fundido são alguns dos materiais explorados no design de fruteiras rústicas. Seja como elemento decorativo ou como recipiente para organizar frutas, a fruteira rústica pode ser utilizada sobre a mesa, prateleiras, armários e bancadas. Quando utilizada como fruteira de chão, a fruteira rústica causa impacto ainda maior em ambientes rústicos, já que assume o papel de um móvel em si.

O site westwing selecionou uma lista de tipos diferentes de fruteiras, bem legais para você usar, vamos conferir:

Há diversos modelos de fruteira para cozinha a serem avaliados se o desejo é incrementar a decoração com uso da peça. Que tal se inspirar com dicas para explorar toda a beleza dessas acessórios e explorar ideias para utilizá-los em conjunto com outros elementos na cozinha?

Fruteira rústica de madeira: a madeira é um dos materiais mais tradicionais na decoração de interiores de estilo rústico. Uma fruteira rústica de madeira maciça, de demolição ou tronco de árvore pode ser uma excelente adição estética a uma cozinha rústica baseada em móveis de madeira ou no estilo colonial. Se desejar trabalhar um toque rústico moderno nesse tipo de cozinha, explore opções de fruteiras rústicas de madeira criativas feitas a partir de elementos reaproveitados ou reciclados. A cesta de vime é uma opção alternativa à fruteira rústica de madeira e garante efeito estético similar.

Fruteira rústica de pedra natural: uma linda fruteira rústica de pedra é um complemento capaz de valorizar de maneira decisiva uma cozinha baseada em elementos naturais. A depender do design da fruteira rústica em questão, a peça pode até criar um ponto focal na ambiente. Se for utilizá-la sobre um móvel com características especiais com o objetivo de destacá-lo, vale optar por uma cor de fruteira de pedra que contraste com a cor da peça.

Fruteira rústica de ferro fundido: esse tipo de fruteira rústica traz um toque de elegância moderna aos interiores e é ideal para complementar um ambiente baseado em estilo rústico industrial. É uma excelente alternativa a ser explorada como fruteira de chão.

As fruteiras hoje são bem mais que um artigo funcional, assim como todos os elementos de sua cozinha, podem dar um charme todo especial e refletir o estilo de sua casa. Invista sempre em objetos funcionais e que tenham um apelo estético.

Espero que tenham gostado das nossas dicas, um grande Abraço e VAMOS CRIAR!

Fonte: Westwing 

5ab61f66a3d1ea2d01e3ce4f78cc501d53f42c7c013a9bdce9fc5d6bad04195b77c6da7cbb2d1d319d8343c4269d70daa4850337a6ad9af5e579ecc851321afeeff3b8c36d21a854dcac6e26fccfd858fb2efae15b441082a739b91838edbb820d13caaa4797a81ab7dc37e588f98cd36fc183f2ca53eb9f6d3a5368693355b8c3888d13ec492f99db6060c743295476

Música da Semana | Wilson Simonal – Nem vem que não tem

Hoje a música da semana foi revirar o baú. Vamos começar a semana com Wilson Simonal, e a música “Nem vem que não tem”. Acordei com pensando muito essa música esses dias, e além que sempre cantamos no nosso carro.

Mas por que essa música? preste a atenção na profundidade da letra. Simonal vivia em época em que a Ditadura estava pegando pesado, enquanto outros cantores usavam metáfora para falar sobre o sonho de um país livre. Ele demonstrava toda sua liberdade através da Malandragem.

Ele já começa soltando a frase trágica: “Vamos voltar à pilantragem… Xá comigo… uma musiquinha… pra machucar os corações…” e te leva a um outro nível quando você compreende que é preciso ter muito jogo de cintura para viver em um mundo desse. Simonal, era aquele tipo de malandro que pode passar despercebido na pior das dificuldades, e que sorri da vida em qualquer momento.

“Não vem com garfo que hoje é dia de sopa”, “Não vem de escada que o incêndio é no porão” e “Pra virar cinza minha brasa demora”, são as frases que eu mais gosto, acho que ninguém tenha conseguido tantas metáforas em uma mesma música.  Por isso minha música da semana, me leva hoje a um outro nível. Uma ótima semana e VAMO CRIAR.

Rolé do Ateliê S02E19 | Ida a Castanhal (Dona Val e + Açaí)

 Olá Estranhos, a alguns dias atrás fomos visitar um cliente em Castanhal, e aproveitamos para comer, afinal de conta ninguém é de ferro. Então fomos conhecer a Dona Val Doceria e Cafeteria, que eu já conhecia das redes sociais e a + Açaí, que foi uma descoberta bem legal. 

Começamos coma Dona Val, uma doceria muito bonita e com ambiente bem agradável. A decoração é bem atraente, e é aquele tipo de local, bom para tomar um café no final da tarde. O atendimento foi muito bom apesar da gente chegar faltando alguns minutos para fechar, sempre não é? Mas isso o atendimento conta muito, além da Dona, vim a mesa pessoalmente para certificar que estava tudo certo, e não que ela saiba quem eu seja, mas vi fazendo isso de mesa em mesa.

Quanto a comida, provamos uma torta de morango, que estava muito bonita, e boa. Mas senti falta da fruta natural, ficou um pouco artificial de mais, mas o pão de ló estava no ponto certo. Provei um salgado de macaxeira com carne seca, que estava muito bom, bem temperado e bem quentinho. O café mocha (pronuncia-se “moca”) é uma variação de bebida à base de café, um terço de café espresso, um terço de leite vaporizado e um terço de chocolate meio amargo. Tava no ponto certo, bem gostoso, e acho que foi o melhor coisa que provei lá. E por fim, tomamos um capuccino com tapioca com manteiga, é uma boa pedida. 

Outro lugar que conhecemos, foi o +Açaí, eu sou da velha guarda em que minha avó dizia que tomar açaí com leite dá dor de barriga, mas fui supreendido. Um local, bem agradável e bem bonitinho. No esquema de Fast Food, e parece muito com Yougurteria. O Açaí em frozem, bem cremoso e com vária opções de complemento, desde o básico como tapioca até Jujuba. E eu encarei logo o com leite ninho. Para quem gosta de açaí com farinha, é uma boa pedida para provar algo diferente. O atendimento, muito bom e para algo novo na cidade, parece que tem bastante futuro.

Vamos para as notas, mas antes quero pedir que curtam nosso vídeo e redes sóciais. E se forem a Castanhal, conheça a Dona Val (minha parada sempre que for em Castanhal) e a +Açaí (irei mais vezes com toda certeza). Até a proxima e VAMOS CRIAR!

Dona Val Doceria

Atendimento: ⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️

Ambiente: ⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️

Comida: ⭐️⭐️⭐️

Instagram: @donavaldoceria

+Açaí Castanhal

Atendimento: ⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️

Ambiente: ⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️

Comida: ⭐️⭐️⭐️

Instagram: @maisacaicastanhal

 https://www.youtube.com/watch?v=hrDwC5K2zYs&feature=youtu.be