Bife Ancho Com Farofa de Castanha e Batata | Ateliê Gourmet

Olá estranhos, outro dia eu fui convidado para cozinhar para uns amigos arquitetos. E preparei um prato simples e muito fácil de fazer. Então, voltando a tradição do AG hoje tem prato feito para amigos.

RECEITA

  • Contra Filé (corte Ancho)
  • Batata
  • Farinha de Mandioca
  • Castanha do Pará
  • Bacon
  • Sal de Parrilla
  • Alecrim
  • Alho
  • Cebeola
  • Pimenta do Reino
  • Manteiga
  • Azeite

MODO DE PREPARO
Batata Rústica
1- Corte a Batata em quatro pedaços ou mais, com casca e tudo. Arrume em um refratário, cubra com azeite, alecrim, sal, pimenta e adicione o alho.
2- Leve ao forno de 20 a 30 minutos, dependendo do corte e arrumação, você pode ter que virar a batata.

Farofa
1 – Pique a castanha do pará. e reserve. Corte a cebola em cubos e reserve.
2 – Torre a Farinha para farofa em azeite e manteiga, em seguida faça com a castanha do pará picado.
3 – Em uma panela refogue a cebola, com o azeite e manteiga. Então adicione adicione a farofa. Um dica para ela ficar bem molhadinha vá adicionando a manteiga ao poucos e mexendo. Por fim coloque a castanha.

Ancho
1 – Corte o contrafilé no sentindo Ancho, e tempere com sal e pimenta do reino.
2 – Em um frigideira ou chapa, adicione o azeite e manteiga e coloque a carne. Regue a carne com a manteiga e fique atento ao seu ponto.
3- Em um referatário, arrume o bacon e leve para gratinar. Ele vai ser a decoração final do prato.

Anúncios

Peixe Frito com Batata Palha | Ateliê Gourmet

Essa receita não é minha, e nem fui eu quem fez, mas com toda a certeza era uma receita que queria compartilhar com vocês. Um prato tradicional na casa do meu irmão, e sempre que vamos lá, rola esse peixe.

A receita de Peixe frito com Batata Palha, é muito fácil de fazer e é uma boa pedida para inserir peixe na alimentação das crianças, por conta do crocrante e da aparencia da batata.

Ingredientes

  • 1kg filé de peixe
  • Limão
  • sal
  • 3 ovos
  • trigo para empanar
  • Batata Palha
  • óleo para fritar
  • Manteiga

MODO DE PREPARO
Temperar o peixe a gosto, deixar marinando por pelo menos 30 minutos.
Empanar o peixe, passando no trigo e, em seguida, passar no ovo
e por ultimo na batata palha e fritar até dourar.

Uma boa dica pra o óleo não queimar, adicione uma colher da manteiga no óleo.

Espero que gostem da receita, e é uma tentativa de fazer uma forma de vídeo diferente, o que você me diz? gostou? pode melhorar? Um grande abraço e Vamos criar!!!

 

Seleção de Dicas “Varanda Gourmet” | #DicasdoAG

Nossa Ultima dica, nessa copa é a Varanda Gourmet, ou Sacada Gourmet. Assunto um pouco polemico para mim, por ser o arquiteto gourmet, já ouvi dizer que só sei fazer sacada gourmet, mas ser bem sincero foram poucas sacadas que eu fiz nesses anos.

Mas a Sacada, é um espaço que é bem vendável no mercado atualmente, até por que muita gente mora em casa e passa morar em apartamento perde aquele quintal. Ou não gosta de ir para área de lazer é uma boa pedida.

Por isso, separei uma série dicas bem legais para você dar aquele trato na decoração de sua sacada e ter alguns contatos. Confira nosso vídeo e deixe seus comentários. Um grande abraço e VAMOS CRIAR!

Samantha! (Netflix) | Arquitetura no anos 80

Samantha! é a primeira série de comédia Brasileira original para Netflix, produzida por “Los Bragas”, produtora da Alice Braga e sua irmã. É a primeira série de comédia brasileira, original da Netflix. A Série conta a história Samantha um estrela mirim dos anos 80, interpretada por Emanuelle Araujo, e mostra sua vida nos dias atuais e sua tentativa de se manter no estrelato. A série faz diversas referências aos anos 80 e do dias atuais, sempre com um humor na medida certa.

No piloto ela já começa tirando sarro dos bastidores dos programas de auditório, mostrando como eles eram totalmente loucos, com coisas que nem podemos imaginar no dia de hoje, por exemplo o mascote do programa ser uma caixa de cigarro.

Além da Emanuelle Araujo, a série tras também o Douglas Costa, vivendo o ex jogador e ex presidiário Dodoi, que casou com Samantha e teve dois filhos, que Cindy e Brandon, que também são dois pontos fortes da série. E o maravilhoso Daniel Fourlan, como agente da Samantha.

 Resolvemos então fazer uma referencia com a Arquitetura Pós Moderna, e como ambos os casos mostra como os anos 80 foram anos de grande transformações para a sociedade.

 “A percepção da forma tem base cultural e o significado em arquitetura é resultado de intensões culturais”. (Norberg-Schulz)

O Pós-modernismo vigorou durante aproximadamente 20 anos, nas décadas de 1980 e 1990. Os anos 80 do seculo XX foram um período extremamente consumista, graças a política econômica do presidente norte americano Reagan, que permitiu o enriquecimento de grande parte da população dos EUA. Talvez esse seja o motivo da arquitetura pós-moderna ser chamada também de “arquitetura do consumo”.

O pós-modernismo caracterizou-se por questionar de diversas maneiras o seu precedente: o modernismo. Cada arquiteto visava repensar um aspecto que considerava falho ou totalmente errado, mas poucos conseguiram combater de uma só vez todas as doutrinas que o modernismo criou. O pós-moderno formular-se como antítese do movimento anterior.

Todos os que se colocaram sob a denominação de pós-modernos queriam, de uma forma ou de outra, fazer com que a arquitetura fosse novamente portadora de símbolos, de signos convencionais que falassem a todos, que comunicassem valores culturais que transbordavam as questões meramente construtivas. Por isso o pós-modenismo resgata os estilos anteriores ao modernismo e os utilizada de forma diferenciada.

Robert Venturi – arquiteto e teórico norte americano – foi o primeiro a escrever sobre o pós-modernismo, ele elaborou um paralelo de características antagônicas entre o modernismo e o pós-modernismo:

MODERNISMO PÓS-MODERNISMO
Simplificação Complexidade, contradição
Unicidade Ambigüidade, tensão
Exclusividade Inclusividade
Puritanismo Hibridismo
Unidade óbvia (objetividade integrista) Vitalidade emaranhada

Com base nesse paralelo vamos esmiuçar cada uma dessas características com o intuito de entender melhor o que elas significaram para a arquitetura.

Complexidade/Contradição:  O Pós-modernismo “sacudiu” o marasmo criativo que assolava a arquitetura moderna nos anos 70. Como exemplo de contradição podemos observar o Edifício Mutual de Seguridad, construído em 1999.

 Ambiguidade/Tensão: O pós-modernismo bebeu de todas as fontes arquitetonicas ocidentais, até mesmo do modernismo. Essa mistura e sobreposição de elementos é que causa essa sensação de tansão. Na imagem que segue pode-se perceber a simetria e os elementos clássicos misturando-se a elementos construtivos da época (vidro, concreto, etc.), que levanta uma polemica muito grande acerca da obra.

 arq_85237

Hotel Unique. Arq. Ruy Otake. Fonte: Acervo da prof. Ana Laura Vilella

Inclusividade: Não há padronização, sempre se parte do pressuposto da obra para o indivíduo que a habita; No caso das instalações do Grupo Escolar Vale Verde por exemplo, onde o arquiteto cria toda uma sombologia para criticar a forma como as escolas trabalham com as criaças.

 Courtesy_of_Acervo_Jô_Vasconcellos

Instalações do Grupo Escolar Vale Verde

Hibridismo: Ocorre um processo quase de clonagem, onde a composição complexa e a justaposição de elementos levam a ornamentaçao gratuíta dos edifícios. A mistura desses elementos é que facilita a interpretação do hibridismo;

 museu-de-mineralogia

Museu de Minaralogia, Belo Horizonte – MG, 1992

Vitalidade emaranhada: Os pós-modernistas não tinham medo de instroduzir elementos diferentes em suas obras, tanto é que aparecem obras com  colunas clássicas, formas geométricas e até mesmo características bem peculiares do modernismo. Isso fornece ás obras essa tal vitalidade emaranhada.

         O projeto do Centro Comercial Cidade Jardim de Salvador, do arquiteto Fernando Peixoto possui o que chamamos de vitalidade emaranhada tanto em termos de conceito quanto nas formas e cores. O edifício situa-se na cidade de Salvador em meio a edifícios residenciais. Para fazer com que seu projeto se destacasse dos demais, até pelo fato de possui um uso diferente dos demais, ele optou por formas inusitadas e escultóricas e cores mais ainda. No projeto foram utilizados brises que variam da cor cobre para o cinza. Os brises conformam uma segunda pele que esconde os caixilhos. A estrutura do edifíció é de concreto armado.

 arq_1826

Centro Empresarial Cidade Jardim, Salvador. Arq. Fernando Peixoto. Fonte: http://www.arcoweb.com.br/arquitetura/fernando-peixoto-centro-empresarial-01-05-2000.html

         Sabemos, portanto, que os pós-modernistas propuseram-se a restabelecer o contato dos habitantes da cidade com a arquitetura que os rodeava através da utilização do que eles consideraram como signos arquitetônicos, que são os chamados símbolos, ou também arquitetura falante.

 Fonte: https://arquitracobrasil.wordpress.com/pos-modernidade/

O que eu vi na Casa Cor SP | Ateliê Criativo

Olá Estranhos, dando continuidade a nossa série de vídeo falando sobre a Casa Cor São Paulo, separei algumas fotos e algumas características que percebi em minha volta na amostra.

Fiz um outro vídeo falando sobre a minha estada no evento, que você pode clicar aqui, e contei alguns detalhes da mostra desse ano. Então confira o vídeo que ficou super bacana.

Este slideshow necessita de JavaScript.