I AM SPOCK: Leonard Nimoy um Artista Completo

Olá minha gente!! dias super corrido, mas não poderia deixar de prestar minha homenagem a este homem que inspirou tantos Nerds como eu, pelo menos me considero meio nerd, porém antes tarde do que nunca não é mesmo?

No dia 27 de fevereiro, marcou todos aqueles que são fãs de Star Trek (Jornada nas Estrelas), morreu aos 83 anos de idade Leonard Nimoy, o eterno Sr. Spock. Deixando orfão uma legião de admiradores e apaixonados pela série.

Um artista completo,  Nimoy foi  ator, diretor, escritor, músico e fotógrafo.  Apesar de estar afastado de suas atividades por conta de sua doença pulmonar, ele sempre foi ativo nas redes sociais, e muito próximo aos seus fãs, o que era bem diferente de seu personagem vulcano que trabalhava muito com a razão.

mike_hs

Leonard Simon Nimoy nasceu no dia 26 de março de 1931, em Boston, Massachussetts, filho de imigrantes judeus ucranianos. Aos oito anos de idade, ele começou a se apresentar em produções locais. Estudou arte dramática, mas não chegou a se formar na época. Em 1951, fez sua estreia no cinema com pontas em filmes como Um Gato na Minha Vida, Francis na AcademiaZombies of the Stratosphere.

Somente na década de 1960, ele conseguiu o papel de Sr. Spock, que o tornaria famoso. A série durou apenas três temporadas, mas na época houve grandes protesto por parte dos fãs que tentaram manter a série ativa, o que não deu certo. Imagina a dificuldade na época, e agente reclama de tudo hoje pelas redes sociais. Mas o que fez a série ser mais conhecida, foi a quantidade de vezes que foi reprisada na tv, levando a ser conhecida por um número maior de telespectadores, fazendo a série retomar anos depois, com Star Trek Nova Geração.

leonard-nimoy_001star_trek_11_commentaires_leonard_nimoy_spock_5
-57cf9434-328e-461f-9790-f3fd9e9ec432

Nimoy, tinha muito medo de ser marcado somente pelo papel de Spock, o que o fez produzir outros trabalho, e entrar em outros séries como a participação na série Missão Impossivel. Mas para o delírio dos fãs, participou da série Fringe, entre 2009 e 2012. Mas o que marcou muito a mim, foi quando ele apareceu em The Big Bang Theory e no primeiro filme da nova franquia Star Trak – The Future Begins de JJ Abrams (2009) quase chorei no cinema rsrsrs.

Como autor Nimoy publicou duas  autobiografia, I Am Not Spock, em 1975, no qual travava diálogos com Spock, na tentativa de lidar com sua crise de identidade, com o vulcano representando a razão e o ator a emoção. Mais tarde, já tendo feito as pazes com o personagem, ele publicou sua segunda autobiografia, I Am Spock, em 1995, na qual revelava que, como duas almas gêmeas, eles finalmente tinham se unido.

spock-not-am

Como direto Nimoy dirigiu várias dublagens, inclusive foi o responsável pela voz do robô Galvatron em Transformers – O Filme, de 1986, lembro desse filme por causa da morte de Optimus Prime, no começo do filme (spoiler), o que me chocou rsrsrsr. Mas um filme em especial “Três Solteirões e um Bebê”, o que fez minha mente explodir, por que lembro de ver o filme na sessão da tarde.

o-BABY-MARY-GROWN-UP-facebook

 

Nimoy também era músico, teve cinco discos de conteúdos que vão desde canções sobre Jornada nas Estrelas, até covers de velhos clássicos. Uma das faixas mais populares entre os fãs é The Ballad of Bilbo Baggins, em que ele descreve as aventuras do hobbit Bilbo, personagem dos livros de J. R. R. Tolkien. È a hora que você tira o chapéu de vez para o “cara”.

Porém ele ainda tem mais Nimoy dedicou à fotografia os seus últímos anos de aposentadoria. Apaixonado por imagens em preto e branco, o fotógrafo mostra um olhar apurado e sensível sobre a vida. Suas imagens podem ser conferidas na página da galeria americana R. Michelson Galleries, responsável pela obra.

Quem nunca viu o sinal feito pelo Spock, e a sua saudação de “Vida Longa e Próspera”, porém bem mais que um simbolo nerd, este simbolo representa mesmo sem querer uma bênção em nossas vidas, e quando eu descobri lá no Papo de Homem, foi supreendente.

Seu eu já era fã de Nimoy, depois de tudo isso eu vejo que ainda tenho muito o que produzir. Apesar de sua aparência séria, e de ter sido marcado por um personagem que não demonstra seus sentimentos, Nimoy era sim um artista completo e cheio de inspirações de criatividade. Por essas e muitas outras ele é bem mais que Spock, e marcou uma geração de fãs como eu, que apesar de não assistir a todos os episódios das séries, mas lembro muito bem dos poucos que eu vi quando criança, e de seu sua saudação. Não me considero Nerd 100%, mas com toda certeza já brinquei de fazer o gesto de Spock.

Em sua última mensagem postada no Twitter, Nimoy disse que:

“A vida é como um jardim. Momentos perfeitos podem ser cultivados, mas não preservados, a não ser na memória”

22vida-longa-e-prc3b3spera22-disse-spock-antes-da-estreia-da-retrospectiva-de-guerras-nas-estrelas-na-caixa-cultural-do-rj

VAMOS CRIAR!!

Referência: Veja, Papo de Homem,

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s